Fatores genéticos e varizes: quais suas relações?

Se você tem varizes nas pernas, já olhou para as pernas da sua mãe, pai ou avós? Será que as varizes têm relação com a genética?

E a resposta é sim! Ainda que não seja a única razão para o surgimento das varizes, cerca de 90% das varizes estão relacionadas com herança genética. Mesmo que os pais não possuam varizes, a herança genética é um fator primordial para o aparecimento das varizes. O princípio é o mesmo sobre a cor dos olhos, por exemplo, às vezes os pais não têm olhos claros e os filhos nascem com olhos azuis. Essa é a mágica da genética, nem sempre as características obrigatoriamente estão presentes nos nossos pais; frequentemente as características pulam uma geração. Essas varizes relacionadas à genética são as chamadas varizes primárias, são as mais comuns. Varizes secundárias, geralmente mais graves, aparecem devido algum trauma ou trombose venosa. Pessoas que têm essa pré-disposição genética para as varizes, podem começar a apresentar dilatações nas veias em idade bem jovem, se intensificando após os 40 anos.

Mas você sabe como as varizes surgem?

As varizes primárias, como mencionado, as mais comuns e relacionadas à genética, ocorrem porque há uma fragilidade na estrutura das veias, fazendo com que elas dilatem ao longo do tempo. Portanto, o problema se agrava com o passar do tempo. Pessoas acima dos 40 anos geralmente são mais susceptíveis ao problema, como mencionado acima. Não que as varizes apareçam somente após os 40 anos, pessoas mais jovens também podem ter varizes, mas a coisa piora com o tempo…como tudo na vida.

Como evitar as varizes? 

Embora agora você saiba que varizes têm fortíssima relação com a genética, outros fatores podem contribuir para o agravamento do problema, como sedentarismo, obesidade, gravidez, uso de anticoncepcionais, permanecer muitas horas em pé ou sentado, etc.

Dicas para minimizar ou retardar o aparecimento de varizes nas pernas:

–  Praticando atividades físicas: sempre com baixo impacto como hidroginástica, bicicleta, caminhada etc.

Evitando permanecer muito tempo em pé ou sentado: ficar muito tempo parado reduz o bombeamento do sangue e qualquer caminhada já traz benefícios à sua circulação!

Atenção ao peso: excesso de peso atrapalha o percurso sanguíneo, dificultando ainda mais o retorno do sangue pelas veias.

Elevando as pernas: descanse sempre com os pés o mais para cima que for possível para dar uma forcinha à sua circulação!

Espero que tenhamos esclarecidos sobre a relação das varizes e a genética.

Para saber mais sobre as varizes, visite o canal no Youtube ou outros artigos aqui no blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *