Ultrassom com Doppler colorido: exame indispensável para avaliação da circulação?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ultrassom scan

As varizes dos membros inferiores, como já explicado em outro post (leia mais sobre as varizes), são veias dilatadas e tortuosas que aparecem nas pernas e coxas.

Em geral o diagnóstico das varizes é eminentemente clínico, ou seja, uma consulta com um especialista é o suficiente para se identificar se o paciente apresenta varizes ou não.

Porém existem situações em que o diagnóstico clínico é duvidoso e situações onde apesar do diagnóstico constatado, há necessidade de uma avaliação complementar.

Nestas condições, o exame mais indicado atualmente é o mapeamento com ultrassom com Doppler colorido.

No que consiste o ultrassom com Doppler colorido?

Trata-se de um exame complementar, e como o próprio nome diz, é um ultrassom, portanto um exame não invasivo, indolor e que não necessita de preparo do paciente para ser realizado. Este exame combina uma avaliação anatômica, ou seja, as estruturas são visualizadas quanto ao seu aspecto morfológico, e uma avaliação dinâmica do fluxo sanguíneo (pelo Doppler). Assim, é possível saber a localização da veia e se determinado vaso está obstruído, qual a direção e a velocidade do sangue na estrutura analisada; uma avaliação objetiva da circulação venosa das pernas.

Mas será que todas as pessoas que apresentam varizes realmente precisam do exame?

Não, nem todo mundo que apresenta varizes obrigatoriamente deve ser submetido ao exame.

Quando então está indicada a realização do ultrassom com Doppler colorido?

O médico geralmente deve solicitar o exame quando não há uma definição clara de que sintomas, como dor ou inchaço nas pernas, sejam causados por varizes, ou na programação de um tratamento cirúrgico quando se suspeita de problemas nas veias safenas (e a retirada das safenas ou um tratamento minimamente invasivo possa ser necessário – leia mais em cirugia, laser, radiofrequência).

Outra indicação, é a avaliação de veias profundas, para excluir a presença de tromboses venosas, uma possível contra-indicação à retirada das safenas.

Em geral, pacientes com varizes nos membros inferiores sem sintomas ou com queixas eminentemente estéticas não necessitam do exame. O cirurgião vascular é o mais indicado para avaliar a necessidade em solicitar o exame.

Em resumo, as indicações do utrassom com Doppler…

  • Dúvida se existem varizes não visíveis
  • Descartar as varizes como causa de dores nos membros inferiores
  • Avaliação da veia safena
  • Avaliação das veias do sistema venoso profundo